Igreja

Sé Patriarcal

Sé Patriarcal

Descrição

Sagrada em 1147, após a reconquista da cidade aos mouros, com a invocação de Santa Maria Maior, a igreja-mãe do Patriarcado de Lisboa apresenta características estilísticas românicas e góticas, complementadas com intervenções feitas ao longo dos séculos, nomeadamente barrocas e neoclássicas, tendo ainda sofrido profundas obras de reintegração na primeira metade do século XX. Merecem destaque: a fachada de traça românica com duas torres, pórtico e rosácea; a capela gótica de Bartolomeu de Joanes; o irregular claustro gótico, com vestígios arqueológicos de várias épocas; o deambulatório com as suas capelas radiais; o presépio de Machado de Castro; e ainda outros espaços como a sacristia, o... Ver Mais

Recomendações

Siga-nos

Siga-nos nas redes sociais