Peregrinação

Peregrinação de Lisboa a Fátima

Peregrinação de Lisboa a Fátima

Share button Partilhar

Peregrinações Disponíveis

Descrição

«Tu contaste os passos do meu peregrinar» Sl 56 (55),9

O Turismo > Patriarcado Lisboa disponibiliza algumas informações úteis e conselhos para melhor preparar uma peregrinação a pé até Fátima.  Nos pontos dedicados às igrejas, poderá consultar os horários das diversas celebrações (Missa, Adoração, Reconciliação e Terço).

DIA / DAY 1/5 DIA / DAY 1/5

Lisboa - Vila Franca de Xira (32km)

Sé Patriarcal Sé Patriarcal

Sagrada em 1147, após a reconquista da cidade aos mouros, com a invocação de Santa Maria Maior, a igreja-mãe do Patriarcado de Lisboa apresenta características estilísticas românicas e góticas, complementadas com intervenções feitas ao longo dos séculos, nomeadamente barrocas e neoclássicas, tendo ainda sofrido profundas obras de reintegração na primeira metade do século XX. Merecem destaque: a fachada de traça românica com duas torres, pórtico e rosácea; a capela gótica de Bartolomeu de Joanes; o irregular claustro gótico, com vestígios arqueológicos de várias épocas; o deambulatório com as suas capelas radiais; o presépio de Machado de Castro; e ainda outros espaços como a sacristia, o camarim do Patriarca e o tesouro, rico nomeadamente em peças de ourivesaria e paramentaria. Na pia baptismal foi baptizado Santo António de Lisboa, ou de Pádua, em 1195.

Nossa Senhora dos Mártires Nossa Senhora dos Mártires

Foi construída imediatamente a seguir à reconquista de Lisboa, em 1147, sob o cemitério dos cruzados que auxiliaram D. Afonso Henriques na tomada da cidade - os mártires -, pela sua entrega à recristianização da cidade. Por isso, ficou conhecida como Igreja de Nossa Senhora dos Mártires, cuja imagem se venera na capela-mor, tendo sido elevada a Basílica no século XIII. Depois do terramoto, foi dedicada em 1784, constituindo um verdadeiro ex libris da reconstrução pombalina, com características barrocas e neoclássicas. São notáveis os retábulos e os tectos pintados por Pedro Alexandrino, bem como o majestoso órgão, no coro-alto, construído por Machado e Cerveira.

Albergue de Peregrinos da Basílica dos Mártires Albergue de Peregrinos da Basílica dos Mártires

Rua Garrett, 1200-203 LISBOA

GPS: 38.710677.-9.14144

T. +351213462465
E. bas.martires@sapo.pt

De Junho a Outubro / 10€ (apenas uma noite) / Necessário apresentar credencial.

Nossa Senhora da Conceição Velha Nossa Senhora da Conceição Velha

Resultou da reconstrução, após o terramoto de 1755, da antiga Igreja de Nossa Senhora da Misericórdia de Lisboa, primeira sede própria da Misericórdia no país. A sua fachada é, juntamente com o Mosteiro dos Jerónimos e a Torre de Belém, uma das melhores estruturas do manuelino em Lisboa. No seu interior, destaca-se a capela-mor, que foi a antiga capela lateral do Espírito Santo, mandada edificar em 1594. Alberga a imagem quinhentista de Nossa Senhora do Restelo, diante da qual rezaram os navegadores portugueses antes de partirem para as descobertas marítimas.

Madre de Deus Madre de Deus

Nascido por vontade da Rainha D. Leonor, em 1509, o Convento da Madre de Deus começou por ser um edifício singelo, recebendo, contudo, até ao século XVIII, várias campanhas de obras que o foram enriquecendo. Do século XVI, são particularmente notáveis o tecto mudéjar da primitiva capela, a torre sineira manuelina e a arquitectura maneirista da igreja. A igreja e os dois coros monásticos constituem um dos mais magnificentes conjuntos da arte barroca portuguesa, pela conjugação da talha dourada com os azulejos e as pinturas das paredes e do tecto, da autoria de Bento Coelho da Silveira. Actualmente, funciona no convento o Museu Nacional do Azulejo.

Nossa Senhora dos Navegantes Nossa Senhora dos Navegantes

Dedicada em 2014, a Igreja de Nossa Senhora dos Navegantes é a sede da Paróquia do Parque das Nações, o espaço urbano desenvolvido a partir da Expo’98. Destaca-se, no exterior, pelo seu aspecto circular, com a cruz recortada em destaque por cima do portal da igreja. A disposição circular do templo amplo faz com que a assembleia esteja voltada para o seu centro, o altar. No retábulo, em grande destaque na parede de fundo, a representação da Trans guração do Senhor, ladeada pela da Última Ceia e das Bodas de Caná.

Nossa Senhora da Saúde (Sacavém) Nossa Senhora da Saúde (Sacavém)

A ermida, dedicada inicialmente a Santo André, estava anexa a um hospital de peregrinos e leprosos. Data de 1599 a primeira referência à invocação de Nossa Senhora da Saúde, cuja imagem, segundo a tradição, foi achada quando se abriu uma vala de enterramento junto da ermida durante um surto de peste. A construção original foi demolida e refeita a expensas dos fiéis em 1652 e de novo em 1756, depois do terramoto, como se lê no lintel sobre a entrada. O altar-mor, em talha dourada de gosto barroco, alberga uma imagem tardo-medieval da padroeira de grande qualidade escultórica.

Nossa Senhora da Purificação (Sacavém) Nossa Senhora da Purificação (Sacavém)

Construída em 1596, como igreja do Convento de Nossa Senhora da Conceição e dos Mártires, torna-se igreja paroquial de Sacavém em 1863, sendo a invocação original substituída por Nossa Senhora da Purificação. Trata-se de uma construção maneirista, de traça sóbria, com uma entrada lateral e uma torre sineira onde se pode observar um nicho com uma imagem de Nossa Senhora. No interior, acham-se as imagens de São Miguel e de Nossa Senhora da Conceição, nos altares laterais, e uma pia baptismal que, segundo a lenda, é a cúpula de uma fortificação mourisca virada do avesso.

São Sebastião da Granja São Sebastião da Granja

A capela de São Sebastião da Granja foi fundada no século XVII e era comenda da Ordem de Cristo. Do lado da epístola, está a capela de São Pedro com cobertura em abóbada de aresta. Na nave, única, pode observar-se o coro alto guarnecido com varanda balaustrada de madeira. A capela-mor, precedida de arco triunfal de volta perfeita, apresenta uma cobertura em abóbada de canhão e nela se destaca o retábulo em talha dourada e pintada, vazado por camarim albergando trono.

Albergue de Peregrinos de Alpriate Albergue de Peregrinos de Alpriate

Largo de Alpriate, 13, Vialonga

GPS. 38.8628517, -9.0923887

T.  +351915595213

Nossa Senhora da Assunção (Vialonga) Nossa Senhora da Assunção (Vialonga)

A Igreja da Nossa Senhora da Assunção localiza-se na povoação de Vialonga, no concelho de Vila Franca de Xira, e foi classificada como Imóvel de Interesse Público em 1993. Esta igreja integra elementos do século XVI e, sobretudo, dos dois séculos seguintes, sendo de realçar a talha seiscentista do altar-mor e de dois altares colaterais. Templo de uma só nave, apresenta altos silhares de azulejos do século XVIII com cenas da vida de Nossa Senhora. Na sacristia pode-se ver azulejos do século XVIII, um lavabo em mármore vermelho do século XVII e telas do mesmo século.

Salão Paroquial do Forte da Casa Salão Paroquial do Forte da Casa

Igreja Paroquial Sagrado Coração De Jesus
Rua da República 89, Forte da Casa

GPS. 38.873663, -9.0618427

T. +351219568420

São Pedro (Alverca do Ribatejo) São Pedro (Alverca do Ribatejo)

A igreja de São Pedro é a Igreja Matriz de Alverca do Ribatejo, no concelho de Vila Franca de Xira, situada em pleno centro histórico de Alverca, na sua zona mais elevada. Trata-se de uma igreja de três naves, cujo espólio móvel, retábulo, pinturas e estuque do teto datam do século XVIII. Apresenta ainda um conjunto azulejar seiscentista, em que estão representadas cenas da vida de São Pedro, entre as quais se destaca a Libertação de São Pedro pelo Anjo.

Nossa Senhora da Guia (Alhandra) Nossa Senhora da Guia (Alhandra)

Este edifício de planta retangular apresenta, ao nível do seu interior, dois elementos de especial interesse. Na nave, os dois baldaquinos em talha dourada e pintada que albergam as figuras de Nossa Senhora da Conceição e de Cristo Crucificado; na capela-mor, os lambris azulejares de tapete seiscentistas que revestem os muros laterais.

São João Baptista (Matriz de Alhandra) São João Baptista (Matriz de Alhandra)

A primitiva igreja matriz foi fundada pelo cardeal D. Henrique, em 1558, e era considerada um templo majestoso pela sua qualidade artística e pelo facto de  situar-se cerca de 200 metros acima da vila. Em 1887, sofreu um violento incêndio, pelo que foi totalmente reconstruída. Possui uma arquitetura de linhas muito simples, depurada de elementos decorativos. Contudo, no seu interior, compreende um espólio de arte sacra, dos séculos XVII e XVIII, de grande qualidade plástica, sendo alguns objetos da primitiva igreja e outros provenientes de igrejas de Lisboa.

Nossa Senhora da Conceição do Portal (Alhandra) Nossa Senhora da Conceição do Portal (Alhandra)

Esta capela, doada pelo Cardeal D. Henrique no século XVI, sofreu consideráveis alterações em inícios do século XX. No interior, destaca-se o retábulo de madeira entalhada dourada e pintada, com nicho a albergar a imagem da padroeira, Nossa Senhora da Conceição, sobrepujado por dois anjos tenentes em madeira.

DIA / DAY 2/5 DIA / DAY 2/5

Vila Franca de Xira - Azambuja (20km)

São Vicente (Matriz de Vila Franca de Xira) São Vicente (Matriz de Vila Franca de Xira)

Fundada em 1667, esta igreja dedicada a São Vicente pertenceu inicialmente à Ordem de Terceira de São Francisco. Aquando do Terramoto de 1755, ficou muito destruída, assim como a antiga Igreja Paroquial. Foi então reconstruída e a sede paroquial transferida para aqui, tendo já no século XX sofrido novas intervenções. No seu interior, merece destaque a Capela do Concílio, com o seu teto pintado, que alberga uma coleção de arte sacra e de azulejos oitocentistas.

Misericórdia de Vila Franca de Xira Misericórdia de Vila Franca de Xira

A Igreja da Misericórdia de Vila Franca de Xira remonta ao século XVI. Apesar de alguns danos provocados pelo Terramoto de 1755, a sua configuração presente corresponde à original. Na nave, destaca-se o coro alto, o púlpito, os altares colaterais de talha dourada, e ainda os azulejos do século XVIII com a representação das Obras de Misericórdia. Na capela-mor, pode-se observar o retábulo barroco e os painéis de azulejo que revestem as paredes laterais, com a representação da Visitação, do lado da Epístola, e de Nossa Senhora da Misericórdia, do lado do Evangelho.

Mártires São Sebastião (Vila Franca de Xira) Mártires São Sebastião (Vila Franca de Xira)

A igreja do Mártir São Sebastião foi fundada em 1576 por ordem de D. Sebastião, como voto de cura da grande peste de 1569. A igreja primitiva foi consideravelmente destruída pelo Terramoto de 1755, correspondendo o atual edifício à reconstrução da segunda metade do século XVIII. A igreja apresenta fachada de desenho simples, com um frontão recortado por volutas. No interior, destaca-se a capela-mor, coberta por abóbada decorada por relevos de estuque pintados, com um retábulo rocaille de talha dourada e policromada, encimado pelo escudo da vila e integrando ao centro uma imagem do padroeiro datada do século XVIII.

Santa Marta (Matriz de Vila Nova da Rainha) Santa Marta (Matriz de Vila Nova da Rainha)

Foi nesta Igreja Matriz de Santa Marta que se celebrou, em 1376, o matrimónio de D. Leonor de Alvim com o Condestável D. Nuno Álvares Pereira. O templo em estilo maneirista, reedificado no século XVI, tem duas portadas renascentistas que dão acesso ao interior. De grande valia e interesse são um conjunto de painéis de azulejos figurativos, alusivos à vida de Santa Marta, padroeira dos que estão ao serviço dos necessitados.

DIA / DAY 3/5 DIA / DAY 3/5

Azambuja - Santarém (33km)

Nossa Senhora da Assunção (Matriz de Azambuja) Nossa Senhora da Assunção (Matriz de Azambuja)

A Igreja de Nossa Senhora da Assunção foi edificada na primeira metade do século XVI e enquadra-se no maneirismo português, tendo sido posteriormente enriquecida com talha dourada de estilo nacional em finais do mesmo século e início do seguinte. Destaca-se a nobreza decorativa do portal sul voltado para a praça. No interior, merecem atenção os painéis de azulejo em estilo tapete com dois tipos de padrão. Nos altares laterais, destacam-se a pintura sobre madeira da Árvore de Jessé, executada em 1595 por Simão Rodrigues, e a pintura a óleo sobre tela do Calvário, do início do século XVII, atribuída a André Reinoso ou à sua escola.

Senhor Jesus da Misericórdia (Azambuja) Senhor Jesus da Misericórdia (Azambuja)

A igreja da irmandade do Senhor Jesus da Misericórdia de Azambuja, tem a sua origem na viragem do século XIII para o século XIV, quando os confrades do Espírito Santo fundaram em Azambuja a confraria e o hospício medieval da invocação do Espírito Santo. Vocacionada para o apoio a peregrinos, viandantes e doentes pobres, a Confraria do Espírito Santo foi, durante os primeiros cem anos da sua existência, a primeira e única instituição com fins cultuais e assistenciais na vila.

Albergue do Peregrino da Santa Casa da Misericórdia da Azambuja Albergue do Peregrino da Santa Casa da Misericórdia da Azambuja

Praça do Município, nº10, Azambuja

GPS. 39.0804757, -8.881178

T. +351263418495 / +351967100810 / +351925082993

Salão Paroquial de Valada Salão Paroquial de Valada

Largo da Igreja, 2070-514 Valada

GPS. 39.0825633, -8.7581259

T. +351243749367

DIA / DAY 4/5 DIA / DAY 4/5

Santarém - Nascente do Alviela (28 km)

Albergue Santa Casa da Misericórdia de Santarém Albergue Santa Casa da Misericórdia de Santarém

Largo Cândido dos Reis, 17, Santarém

GPS. 39.233452, -8.6889025

T. +351243305260

Centro de Cultura e Recreio Alexandre Herculano Centro de Cultura e Recreio Alexandre Herculano

Rua Cláudio Manuel Libanio Duarte, 2005-099 Azoia de Baixo

GPS. 39.2988866, -8.7090595

T. +351926743695

Centro Cultural, Recreativo e Artístico de Advagar Centro Cultural, Recreativo e Artístico de Advagar

Rua da Escola, 2000 Advagar

GPS. 39.3526027, -8.7127351

T. +351964115073

DIA / DAY5/5 DIA / DAY5/5

Nascente do Alviela - Fátima (28,5 km)

Centro de Alojamento do Centro de Ciência Viva do Alviela Centro de Alojamento do Centro de Ciência Viva do Alviela

Praia Fluvial dos Olhos d'Água do Alviela - Louriceira, 2380-450 Alcanena

GPS. 39.4449173, -8.7126385

T. +351249881805

E. alviela.cienciaviva.pt

Albergue de Monsanto Albergue de Monsanto

Rua José M. Calado, Monsanto

GPS. 39.461198, -8.7102749

T. +351967986081 / +351249879070

Acolhimento de Peregrinos em Minde Acolhimento de Peregrinos em Minde

Salão Paroquial Ana Sonsa
Rua António Roque Gameiro, 2395-138 Minde

GPS. 39.5169127,-8.6864268

T. +351914781849

Nossa Senhora do Rosário de Fátima Nossa Senhora do Rosário de Fátima

O Santuário de Nossa Senhora do Rosário de Fátima dá expressão ao pedido de Nossa Senhora do Rosário, aludido já em 13 de agosto de 1917 e expressamente indicado na aparição de 13 de outubro desse ano a Lúcia de Jesus, Francisco Marto e Jacinta Marto: «Quero dizer-te que façam aqui uma capela em minha honra, que sou a Senhora do Rosário» (Primeira Memória da Irmã Lúcia). A capelinha foi erguida em 1919 no local das aparições de 1917 na Cova da Iria e, desde então, o espaço do Santuário foi sendo edificado, em resposta ao significativo afluxo de peregrinos.

Acolhimento de Peregrinos do Santuário de Fátima Acolhimento de Peregrinos do Santuário de Fátima

T. +351249539600

E. sepe@fatima.pt

I. www.santuario-fatima.pt

Siga-nos

Siga-nos nas redes sociais