Rotas

PRESÉPIOS DE LISBOA

PRESÉPIOS DE LISBOA

Share button Partilhar

Descrição

Duração - 1 dia

filled-star filled-star filled-star

Dificuldade - Média

Em Portugal, o culto do presépio terá surgido entre os séculos XVII e XVIII, sendo vários os escultores conceituados que, desde então, conceberam figuras para a encenação da Natividade. Os presépios portugueses possuem um valor iconográfico e etnográfico indiscutível, pela particularidade de incluírem figuras populares como o moleiro, a lavadeira, o pastor ou padre.

Santíssimo Coração de Jesus (Basílica da Estrela) Santíssimo Coração de Jesus (Basílica da Estrela)

PRESÉPIO DE MACHADO DE CASTRO

Um dos mais espetaculares presépios setecentistas portugueses, moldado por Machado de Castro.

Nossa Senhora dos Mártires Nossa Senhora dos Mártires

PRESÉPIO DO SÉCULO XVIII

Datado do século XVIII, são-lhe apontadas influências da tradição presepista do norte do país.

Sé Patriarcal Sé Patriarcal

PRESÉPIO DE JOAQUIM MACHADO DE CASTRO

O único presépio assinado e datado por Joaquim Machado de Castro (1766).

São Vicente de Fora São Vicente de Fora

PRESÉPIO DO SÉCULO XIX

Presépio do Patriarcado de Lisboa. Primeira metade do séc. XIX.

Nossa Senhora do Monte e São Gens Nossa Senhora do Monte e São Gens

PRESÉPIO DE ANTÓNIO FERREIRA

Inclui figuras realizadas em diferentes épocas. O presépio original, da primeira metade do século XVIII, é atribuído a António Ferreira.

São José dos Carpinteiros São José dos Carpinteiros

PRESÉPIO DO SÉCULO XVII

Obra fundamental para o conhecimento dos presépios feitos em Lisboa desde o final do século XVII.

Nossa Senhora de Fátima (Lisboa) Nossa Senhora de Fátima (Lisboa)

PRESÉPIO DE MARIA AMÉLIA CARVALHEIRA (SÉC. XX)

Numa capela lateral da Igreja de Nossa Senhora de Fátima (Lisboa), pode contemplar-se o presépio da escultora Maria Amélia Carvalheira.

Este presépio executado expressamente para a igreja de Nossa Senhora de Fátima (em 1958), inclui 24 figuras de barro policromo.

Siga-nos

Siga-nos nas redes sociais